sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Tempo de Agradecer

2 Reis 5.1-27

Objetivo da lição

• Saber como e por que Geazi foi castigado;
• Ser contentes com o que temos;
• Dar graças ao Senhor por seu cuidado e providência em nossa vida.

Versículo para memorizar

“Se temos comida e roupas, fiquemos contentes com isso.” 1 Timóteo 6.8 (NTLH)

Introdução

Antes de começar a aula esconda as cédulas de 2, 5 e 10 reais ( você encontra e lojas de 1,99). Quando as crianças chegarem diga que elas deverão achar algumas notas de dinheiro que estão escondidas na sala. Depois que acharem todas as notas, deixe claro que são notas de brincadeira e que não podemos comprar nada com elas. Fale sobre a o que elas gostariam de comprar se tivessem muito dinheiro. Enfatize que é normal termos vontade de comprar muitas coisas legais.

Quando ganhamos coisas novas e bonitas, nós ficamos muito alegres, não é? Mas depois essa alegria passa. Talvez vocês tenham ganhado um presente em um Natal e ficaram muito felizes, mas hoje nem brincam mais com ele e já ficam pensando em que outros brinquedos que passam nos comerciais de TV. Viram? É uma alegria que vem e vai embora. Mas hoje eu quero falar de uma alegria que fica para sempre no coração. Vamos prestar atenção e ouvir a história de hoje.

Lição

Mostre sua Bíblia e abra em 2 Reis 5

A Bíblia conta a história de uma menina que foi levada para longe de sua família para ser empregada do chefe dos soldados. Não sabemos o nome delas, mas sabemos que confiava em Deus e era muito bondosa. Um dia ficou sabendo que seu patrão o comandante Naamã estava com uma doença e não tinha como se curar. Vocês sabem o que ela fez? Quis ajudá-lo. Mesmo sabendo que ele era o feche dos soldados que guerrearam contra o seu povo. Ela procurou a esposa de seu patrão e disse assim: Eu gostaria que meu patrão fosse falar com o profeta que mora lá em minha terra, pois ele o curaria de sua doença.
A mulher contou para Naamã e ele preparou tudo para viajar até a terra da menina. Naamã resolveu levar presentes para o profeta que poderia curá-lo de sua doença. Com tudo pronto seguiu Naamã e seus soldados para uma longa viagem.

Quando o comandante chegou à casa de Eliseu, o profeta não saiu para falar com ele. Eliseu mandou um recado pelo seu empregado. O recado era: O senhor deve ir ao rio Jordão e se lavar sete vezes e então ficará curado da sua doença.

Naamã não gostou porque o profeta não foi falar com ele. Ele se achava muito importante e ficou bravo, quis até ir embora. Mas os soldados falaram:

Comandante, o profeta mandou o senhor fazer uma coisa tai fácil. Por que é que o senhor não pode ir se lavar e ficar curado?
Naamã resolveu fazer o que o profeta havia mando. Ele entrou no rio e depois de ter se lavado uma... duas... três... quatro... cinco... seis... sete vezes... ele ficou completamente curado.

Que alegria. Viva! O Senhor curou o comandante Naamã. Não foi a água do rio, foi o poder de Deus.





Sabem o que o comandante fez? Foi até a casa do profeta para agradecer e dessa vez Eliseu saiu para falar com ele.
Naamã disse para Eliseu.
Agora sei que não existe nenhum deus, a não ser o Deus de Israel, aceite um presente meu, por favor.
Naamã queria dar muita prata, ouro e roupas chiques para Eliseu, mas ele não aceitou de jeito nenhum. Naamã insistiu, mas o profeta não aceitou mesmo. Os dois conversaram e estavam muito felizes. Ah, mas há alguém que não estava feliz.



Sabem quem é? (aponte para o empregado de Eliseu na cena). Geazi, o empregado de Eliseu.
Ele pensou assim:
O meu patrão não vai aceitar nada? Ele devia ter aceitado o que o comandante estava oferecendo. Mas eu quero um pouco daquele dinheiro. Eu vou correr atrás de Naamã e vou receber alguma coisa. Então Geazi foi atrás de Naamã e contou a maior mentira.
Ele disse que Eliseu o havia mandado para pegar alguns quilos de prata e duas roupas chiques.
Naamã acreditou e resolveu dar mais do que ele pediu. O comandante achou que estava mandando para Eliseu, ele não sabia que Geazi o estava enganando. Crianças, era tanta coisa que Naamã mandou dois soldados para ajudar Geazi carregar tudo. Eu fico imaginando o que Geazi pensou em comprar com tudo aquilo, afinal ele estava rico. Depois que Geazi escondeu o seu tesouro em casa ele foi até a casa de Eliseu.

(mostrar cartaz dobrado com Eliseu e Geazi frente a frente). Eliseu lhou para Geazi e perguntou:
Aonde é que você foi? Eu não fui a lugar nenhum – respondeu Geazi.
Eliseu deu oportunidade para Geazi contar a verdade, mas Geazi continuou a mentir. Eliseu sabia que Gazi havia mentido porque Deus contou para ele. Então, por causa da ganância de Geazi, ou seja, o seu desejo de ficar rico e ter tanta coisa usando de mentiras e trapaças, o profeta Eliseu o castigou.










(mostar somente Eliseu e Geazi saindo leproso).
Ele ficou leproso como Naamã havida sido.
















Aplicação

A alegria e a felicidade de Geazi estavam em ter muitas coisas. Ele não estava contente com o que tinha. (Mostre o cartaz do versículo para memorização).

Eu e vocês precisamos aprender a viver contente com o que temos. Existem crianças que quando sai com o papai ou com a mamãe ficam pedido brinquedos, doces, roupas... e acham que só assim serão felizes. Mas não é verdade. Essa alegria passa. A verdadeira alegria está em saber que Deus nos ama, cuida de nós e nos dá tudo o que precisamos. Essa alegria é para sempre, ninguém pode tirar de nós.

Lembre-se, podemos pedir brinquedos e doces, mas, se não pudermos ter, não ficamos tristes, pois, sabemos que temos um grande amigo, o Senhor Deus, que nos ama e nos dá tudo o que precisamos.

Fonte: A Máquina no Tempo - Viajando pela Bíblia - Editora Cultura Cristã

3 comentários:

  1. Rosangela, gostei muito de conhecer seu blog. Muito edificante. Por isso sou uma de suas seguidora, também trabalho com crianças na EBD e seu blog tem sido muito proveitoso. Espero sua visita no meu blog. Deus a abençoe juntamente com sua família.Abçs Nal Pontes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nal, fico feliz que meu blog tem sido proveitoso para você, meu objetivo é compartilhar com todos os professores de EBD os trabalhos que realizo e trocarmos ideias. Que Deus abençoe seu trabalho com as crianças.

      Rosângela

      Excluir
  2. Muito agradecida querida, aguardo sua visita em meu blog será um prazer!

    ResponderExcluir